terça-feira, 3 de agosto de 2010

Levantar âncoras

#Pirates of the Caribbean - Jack Sparrow Theme

Içar bandeiras, rumar em direção ao Nordeste e nunca dormir num mesmo cais.
Tenho verdadeira fixação por histórias de piratas, ainda menino lia contos de Daniel Defoe, que contavam histórias de marinheiros mercantes, como o célebre Robinson Crusoé, histórias cheias de percalços em alto mar, ilhas paradisíacas, naufrágios e tempestades, e é claro piratas vindo do Novo Mundo.
Quem nunca fez um mapa na infância com numerosas dicas e pistas, obrigando quem quisesse descobrir tesouros dar cem passos de adulto pra Noroeste, virar 90°, subir morros íngremes e escavar a areia em busca de um baú de tesouros, marcado no mapa com um enorme X?
Nas minhas férias de Julho, seguia sempre em direção a fazenda dos meus tios, e lá, quando não montado em cavalos pelos campos, estava eu na pequena biblioteca lendo as histórias dos piratas, lendo Peter Pan enfrentar Capitão Gancho na defesa dos meninos perdidos, me deliciando com um reino mítico que nem imaginava ter existido de fato.
Os piratas são a grande representação da maldade nos contos infantis, mesmo tendo códigos de condutas semelhantes a cavalheiro medievais eram impiedosos com os inimigos, contra o imperialismo das nações que dominavam os sete mares. Lia com grande temor as partes que nas pranchas dos navios os piratas obrigavam os inimigos presos com cordas pular no mar cercados de tubarões ou morrem com as espadas espetadas nas costas.
Sempre tive uma admiração velada pelos ladrões do Oceano, similar ao modo que via Robin Hood, ladrões saqueando ladrões.
Eles me fascinam por ter o mar como sua morada, e cada porto apenas uma paragem para outras aventuras. Como sabia tudo sobre piratas quando menino, mantinha uma admiração restrita, pois conhecedor das leis bucaneiras sabia que não eram permitidos crianças a bordo.
Ficava mentalmente no cais, observando o capitão do navio ordenar que se levantasse âncoras, vendo os aventureiros partir em direção ao mundo.

2 comentários:

Bruna disse...

Nossa nunca vi ninguém fascinado por piratas e também historias de piratas é um coisa que nunca parei pra pensar(risos)Mais voce colocou de maneira interessante e vou procurar saber beem mais ;)
beeijo

Jân Bispo disse...

Bem então somos dois, adorava ler quer dizer adoro ainda hoje, ler histórias de piratas e aventuras no oceano, sei lá sempre adamirei a coragem desses desbravadores dos mares que apesar de cometer delitos eram alegres divertidos, e alguns insuportáveis mas sei lá sempre foi interessante usar a mente e viajar nas histórias que lia...
Hoje peço desculpas estou te lincando e te seguindo coisa que já deveria está fazendo a tempos, rsrsrsrs... abraço!