sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Dia do Azar

Desde menino cresci vendo os filmes e crenças dizerem que o número 13 seria um número bom de ser evitado, esse número porém unido a sexta feira seria um dia ainda mais de agouro, de temor e azar.
Me recordo que quando criança passava o dia espreitando um acontecimento ruim, aguardando que algo saísse do eixo, que eu tropeçasse e ralasse o joelho ou algo do tipo, esperando que o dia não fosse comum como todos os anteriores.
Os filmes de horror me faziam associar o número a coisas impuras e temerosas, quem nunca se assustou com histórias dessa data?
Com o tempo fui tomando corpo dos fatos, que tudo isso era uma lenda milenar e que medo algum deveria ter, fiquei atordoado por muito tempo querendo entender o significado desses números, dessa data.
Na minha infância não tinha a facilidade que as crianças de hoje em dia tem, quando dúvidas são prontamente respondidas através do google, mas antes dessa explosão da informação que vivemos hoje aprendi o real significado, pelo menos o que eu mais me identifico.
No dia 13 de Outubro do ano de 1307, uma sexta feira, o rei da França Felipe, o Belo, declarou a Ordem dos Templários ilegal, iniciando então uma perseguição implacável a maior Ordem já existente no mundo.
A Ordem dos Templários iniciada para proteger os peregrinos europeus que visitavam a Terra Santa, ganhou força nos primeiros anos do Cristianismo, se tornando a mais rica Ordem a serviço do Papa.
A data da condenação da Ordem e do seu grão-mestre Jacques DeMolay é constantemente lembrada por mais de sete séculos, dá um exemplo não só de má sorte como recorda do declínio dos pobres cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão.
Logicamente que outros fatos também são recorrentes do número, na Santa Ceia por exemplo, uma sexta feira, dia da paixão de Cristo, estavam presentes 13 homens, dentre eles um traidor, Judas Iscariotes.
Sexta Feira, 13. Dia do Azar. Até agora estou salvo de qualquer má sorte, espero que termine bem o dia, pensaria com toda a certeza quando menino.

Um comentário:

Nu ! disse...

Meu dia foi tão bom que nem me dei conta de que ontem foi uma sexta-feira treze.
Não sabia dessa história não. Interessante como criamos lendas a partir de fatos que não tem nada a ver.